Figurative Artist's Meeting Point    
Bienvenido al nuevo espacio común para todos aquellos artistas figurativos, donde a través de noticias, foros
y enlaces se propone intensificar la colaboración entre creadores y entidades relacionadas con el arte.

Actualmente forman parte de la Plataforma: 733 Artistas (+ 3521 Obras)
GALERIA   ·   EXPOSICIONES   ·   CONVOCATORIAS   ·   FORO   ·  ACERCA DE LA FUNDACIÓN
Perfil visitado 2437 veces  |  Última actualización: 31.03.2014
Suscríbete Comparte Facebook Twitter LinkedIn Del.icio.us Google Bookmarks My Yahoo
Antero Guerra
Torres Novas, Portugal
contacta con el artista
anteroguerra@arteglobal.eu
   
    descargar
PRESENTACIÓN
 
THE FAMILY
THE MAGIC PAINTER
COLOMBINA
SEA BREEZE I
SEA BREEZE II
FREISTADT I
FREISTADT II
FREISTADT III
CORK TREE
FIG TREE
SUN FLOWERS
AUTUMN LEAVES
S. MARTINHO
TORRES NOVAS
PAQUI
 
 
PAQUI Antero Guerra nasceu no ano de 1957, numa pequena aldeia do centro de Portugal.
Oriundo de uma familia de poucos recursos, começou a trabalhar desde muito cedo. Mas muito cedo, também, descobriu a grande vocação para as artes visuais. Os seus primeiros desenhos remontam ao tempo em que descobriu o papel e o lápis ainda antes da escola primária.
Na sua juventude envolveu-se profundamente nas artes da fotografia, pintura e cinema – o filme super 8 e mais tarde o video.
Participou em dezenas de exposições de pintura e fotografia, colectivas ou individuais. No entanto todo o seu trabalho realizado revestiu-se sempre da caracteristica da experimentalidade e de permanente auto aprendizagem.
Pelos anos 80 abraçou uma carreira profissional nas áreas do video e artes gráficas. Também por esse tempo colaborou em várias actividades associativas, políticas e jornalisticas.
O desenho e a pintura permaneceram adormecidos, praticamente, durante quase três décadas até ao ano de 2010.
Para trás ficam o prémio nacional de tapeçaria, prémio RTP de video, prémios e menções em fotografia, primeira participação ibérica no Tokyo Video Festival, mostra de arte-digital nos EUA, etc.
Nesta “reentrada”, ao contrário da linguagem minimalista ou surrealista do tempo de juventude, decidiu optar por um estilo de realismo clássico e retrato pela necessidade imperativa da reaprendizagem, autodisciplina e treino de métodos. Num processo imparável e de acelerado aperfeiçoamento, a sua produção atingiu já altos níveis quantitativos e qualitativos.
Começou a expor estes novos trabalhos em 2013.
 
Suscríbete:       Comparte:  Facebook Twitter LinkedIn Del.icio.us Google Bookmarks My Yahoo
 
RANDOM TOUR
 
 
Suscríbete al RSS de Antero Guerra     ·  Aviso Legal · Contactar · Créditos ·  © Fundació de les Arts i els Artistes